Labsletter #23

SEMANA DE 25 DE JUNHO A 2 DE JULHO

 

A euforia com relação ao mercado cripto deu lugar a um desespero aos seus investidores, que viram seus tokens sofrerem quedas altas nesta semana. O bitcoin – seu principal ativo – chegou a ser cotado abaixo de US$ 6.000,00, uma queda de 70% em comparação ao seu pico no ano passado, mas fecha a semana em leve recuperação no valor de, aproximadamente, US$6.590,58 .

 

Todavia, não é só o preço do bitcoin que vem preocupando o mundo cripto, mas também a notícia de que a Bitmain, maior fabricante de bitcoin ASICs e maior empresa de mineração de bitcoin, conseguiu minerar cerca de 42% de todos os blocos da rede na semana passada, ficando perto de deter poder que possibilitaria um ataque de 51%. Vale lembrar que isso já ocorreu com outros pools de mineração como foi o caso de Ghash em 2014 que deteve 55%, o que levou mineradores a boicotarem a empresa.

 

Ainda nesta semana, a TRON, décima maior criptomoeda, com uma capitalização de mercado de US$ 2,7 bilhões, ativou sua rede principal após uma migração para sua blockchain pública independent . Segundo seus desenvolvedores, a rede TRON é uma forte concorrente da Ethereum no fornecimento de uma plataforma blockchain pública que suporte o desenvolvimento de aplicativos descentralizados.

 

Quem também está em transição nesta semana é o Facebook, que em janeiro deste ano anunciou uma proibição em anúncios relacionados a criptomoedas, e que agora está revertendo – em parte – a proibição . Os anúncios que promovem ICOs e opções binárias ainda estão banidos, mas anúncios de criptomoedas em si voltarão a ser aceitos. A pegada, porém, é que esses anúncios, antes de serem publicados, terão que ser examinados.

 

Por fim, ainda nesta semana, foi anunciado que o VC Andreessen Horowitz lançou um fundo de investimentos de US$ 300 milhões que se especializará em criptomoedas e projetos baseados em blockchain . Vale destacar que a Andreessen Horowitz tem sido uma das primeiras e mais prolíficas apoiadoras de empresas de criptomoedas, com seu principal fundo de mais de US$ 100 milhões tendo investido em empresas como a Coinbase.

 

Relatório da UE diz que é improvável que as criptomoedas desafiem bancos centrais (Coindesk) Segundo o Parlamento Europeu, embora as criptomoedas tenham tornado as transações financeiras "relativamente seguras, transparentes e rápidas", elas não representam uma ameaça às moedas soberanas do mundo.

 

As pessoas que lideram a revolução do Blockchain  (The New York Times) Apesar de ter como uma de suas principais características a descentralização, a tecnologia blockchain tem sido impulsionada por diversos indivíduos, dentre os quais alguns se destacam, como é o caso de Vitalik Buterin.

 

Todas as formas que você pode perder seu bitcoin  (Bloomberg) Há diversas formas como seu bitcoin pode desaparecer: independente de sua culpa (ataque 51%); por alguma culpa de sua parte (problemas na exchange, ICOs fraudulentas); e por sua culpa completa (perda da chave da sua carteira).

 

Um plano para enviar milhões em bitcoin para a Venezuela está em andamento  (Coindesk) Por motivos de segurança, o projeto é sigiloso, mas o que se planeja é o envio de bitcoins para venezuelanos, que vivem sob um dos regimes monetários mais opressivos do mundo, por meio de um enorme airdrop.

 

Coréia do Sul revê sua posição no mundo cripto e planeja liderar a quarta revolução industrial  (Cointelegraph) O país tem sido vocal sobre sua intenção de liderar a quarta revolução industrial, impulsionada por iniciativas blockchain, mas só regulamentos futuros mostrarão se o governo segue seu plano de nutrir a indústria de cripto local com políticas positivas.

Sete fatos interessantes sobre criptomoedas  (Techtudo) Saiba como surgiram as criptomoedas, quais são suas variações e porque uma em especial é a preferida do cybercrime.

Está muito cedo para governança on-chain (Michael J Casey; Coindesk) Casey afirma não estar disposto a afirmar que a governança on-chain jamais funcionará, mas acredita que o que vem acontecendo com a EOS é uma demonstração clara de que é muito difícil projetar o algoritmo certo para superar a mistura tóxica que o dinheiro e a desconfiança criam.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>